Emoção ou Sentimento? Eis a questão!




Pois é minha gente! Qual a diferença e qual a importância em saber o que essas duas palavrinhas querem dizer?

Muita gente já pesquisou e vem pesquisando sobre as emoções, por exemplo Reeve (2006) descreve que a emoção é composta de 4 "ingredientes": o sentimento, a excitação corporal, o social-expressivo e o sentido de propósito. Deu nó na cabeça? Ué, então a emoção é composta de sentimentos?

Segundo Reeve, sim. Mas... vamos ver o que Damásio (1996) disse (adoooro Damásio): segundo ele, a emoção é totalmente fisiológica. Isso mesmo!

Deixando bem simples o que é a emoção: ela é o conjunto de características fisiológicas. Por exemplo, se eu falar: coração acelerado, boca seca, sudorese ou muito cortisol, pouca serotonina e muita adrenalina, com certeza estou falando de uma fisiologia com pouquíssima probabilidade de estar vivendo um contexto de bem-estar. Possivelmente essas características estão mais relacionadas a um quadro ansioso (emoção medo, preocupação).

Porém... precisamos de um cérebro para decodificar o que está sendo vivido, o qual podemos chamar de "processos cognitivos", que nos ajudarão a dar significado às emoções, dar uma semântica. E é a isso que damos o nome de sentimento. Resumindo: sentimentos são as interpretações que damos às nossas emoções.

Agora sim, fez mais sentido o que Reeve descreveu sobre os componentes das emoções: o sentimento!



16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo